Geo10ºD

Este blog destina-se à partilha de informaçoes pelos alunos da turma, mas está aberto a toda a comunidade :)

Quinta-feira, 12 de Novembro de 2009

DESFLORESTAÇÃO

 

 

publicado por esas às 15:59

Earth song

 

 

publicado por esas às 14:53

Agricultura Biológica

Agricultura Biológica: O respeito Pelo Equilíbrio Natural
Cada vez mais começa a ser banal encontrar-mos produtos provenientes da agricultura biológica nas prateleiras dos supermercados, principalmente nas grandes cidades. Mas, afinal o que é isso da agricultura biológica? Porque motivo é que há cada vez mais pessoas a consumirem este tipo de produtos? O que têm eles de especial para terem um valor superior aos provenientes da chamada agricultura convencional e por que regras se rege?
De acordo com uma directiva do Codex Alimentarius Commission elaborada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) em 1999, "A Agricultura Biológica é um sistema de produção holístico, que promove e melhora a saúde do ecossistema agrícola, ao fomentar a biodiversidade, os ciclos biológicos e a actividade biológica do solo.
Privilegia o uso de boas práticas de gestão da exploração agrícola, em lugar do recurso a factores de produção externos, tendo em conta que os sistemas de produção devem ser adaptados às condições regionais. Isto é conseguido, sempre que possível, através do usos de métodos culturais, biológicos e mecãnicos em detrimento da utilização de materiais sintéticos".
Na agricultura biológica utilizam-se assim, apenas fertilizantes orgânicos, graças aos quais as espécies vegetais encontram o alimento necessário. Este modo de cultura evita totalmente o uso de pesticidas, substâncias destruidoras de parasitas e de predadores das culturas.
As principais vantagens da produção biológica prendem-se com o facto de não se usarem químicos nem transgénicos, ou seja, não se usam sementes modificadas, o que se usam são essencialmente produtos de origem natural.
A agricultura biológica é uma prática "amiga do ambiente", isto porque segue as leis da natureza.
publicado por esas às 14:48

Vantagens em consumir produtos da agricultura biológica

 

1-Os produtos de Agricultura Ecológica, têm um valor nutricional superior aos produtos agrícolas convencionais
O teor em fibras, hidratos de carbono, aminoácidos essenciais, minerais, vitaminas e antioxidantes é muito mais elevado do que nos alimentos produzidos em modo de agricultura convencional.
2- São amigos do ambiente
Não contribuem para a contaminação dos solos, águas ou atmosfera; porque não utilizam pesticidas nem adubos com produtos químicos de síntese.
3-Têm um sabor mais rico, devido ao menor teor de água
4- São melhores para a saúde
Porque são isentos de herbicidas, fungicidas ou insecticidas, que muitos estudos consideram estar ligados a muitas das doenças modernas como cancro, alergias ou infertilidade.
5-Permitem o desenvolvimento agrícola local e regional com criação de empregos
Ao adquirir produtos de Agricultura Biológica, possibilita que os terrenos agrícolas não sejam abandonados ou que outros sejam ocupados. Pode deste modo criar confiança para o desenvolvimento da agricultura e do mundo rural, contradizendo o fatalismo do abandono, que teima em contagiar a nossa paisagem.
6- Compras mais rápidas com estacionamento à porta do estabelecimento comercial
Neste mundo em que escasseia o tempo, nada melhor de fazermos todas as nossas compras com a menor demora possível. As grandes superfícies comerciais são locais de filas extensas, ambientes saturados e locais despersonalizados; perde-se destas maneira tempo, dinheiro – porque temos sempre mais uma compra desnecessária para efectuar e brandura.
7-Temos uma vasta selecção de ProdutosBiológicos
No Quental Biológico, os clientes podem encontrar frutas e vegetais frescos, recebidos diariamente. Para além destes produtos, a loja dispõe ainda de cereais, leguminosas, sementes, vinhos, alimentação vegetariana e macrobiótica, alimentação para bebés, plantas aromáticas e medicinais, cosméticos, produtos de limpeza ecológicos e bebidas. Apenas não temos carne, peixe e falsos medicamentos “naturais” que não têm estudos fiáveis em relação às indicações e à relação custo benefício. 
8-Atendimento personalizado
O que não temos basta reservar sem qualquer custo adicional e obterá com a maior celeridade o produto pretendido.
9-Temos para si sabores raros originários do nosso País
Para além de produtos originários de países distantes (por exemplo cogumelos Shii-Take), temos ainda os nossos sabores que tem sido esquecidos na nossa alimentação. (Exemplos: pastinaca, topinambo, feijoca, chícharos, morugem, medronhos…). É tempo de os (re)descobrir.
10-Temos um cabaz 100% de Agricultura Biológica
Para além da venda directa na loja, a Quental Biológico efectua entregas ao domicílio, nomeadamente o cabaz do Quental, composto por frutas e vegetais frescos de agricultura biológica, adequados ao gosto e necessidades do cliente. O cabaz garante aos clientes a frescura dos produtos e comodidade na aquisição.
11-Os produto são mais baratos a médio e longo prazo
Esqueça os preços absurdamente caros praticados nas grandes superfícies, a agricultura biológica que temos para si é apenas ligeiramente mais cara. No entanto a médio e longo prazo vai poupar muito dinheiro, porque no Quental não tem de fazer compras desnecessárias e porque melhora a sua saúde poupando assim em despesas médicas.
publicado por esas às 14:41

Agricultura Biológica

Insecticidas biológicas

     Botões, rebentos, folhas e raízes de algumas plantas podem ser utilizados como um método seguro para combater muitos insectos. Em alguns casos basta penas cultivar essas mesmas plantas nas nossas terras e quintais junto das culturas.

     Por exemplo, malmequeres, crisântemos e outras plantas da família das asteráceas são conhecidas em afugentar alguns insectos. Os Cosmos, os coreopsis e muitas outras ervas também servem para repelir os insectos. A planta chamada Tanásia serve para repelir as formigas e muitos agricultores biológicos (orgânicos),  (sobretudo nos países anglo-saxónicos) usam-na perto de casa para combater as infestações de formigas.

      REPELENTES NATURAIS

     As folhas das cucúrbitas (abóboras e mogangos) servem para fazer óptimos repelentes anti-moscas. As folhas destes depois de cortadas e esmagadas nas costas e nas cabeças do gado, servem para repelir as moscas ( um problema muito comum com o gado na ilha Graciosa) que poderá ser combatido eficazmente com este método orgânico. As folhas da menta também fazem óptimos repelentes contra pulgas e moscas, para isso basta apenas colocar ramos de folhas por cima das portas e junto aos animais etc.

     EXPERIÊNCIAS CIENTÍFICAS

     Dois cientistas da Universidade da Califórnia, Peter Ark e James Thompson, descobriram que o alho, por exemplo, é um combatente efectivo contra muitas bactérias prejudiciais nas árvores de frutos, nos vegetais e outras plantas. Nos seus testes utilizaram sumo de alho diluído ou extractos de pó de alho. Também descobriram que o alho mantém as suas propriedades antibióticas mesmo quando guardado por longos períodos de tempo. Um outro cientista norte-americano aconselha a triturar certas plantas numa máquina e adicionar água ao sumo das mesmas para sulfatar as plantas. Este garante que esta calda não prejudica em nada as plantas, apenas serve para repelir os insectos das mesmas, de forma segura não só para o ambiente como para a saúde humana.

     OUTRO REPELENTE NATURAL

     Para repelir borboletas dos repolhos basta cultivar junto a estes o rosmaninho e a salva ou a hortelã-pimenta.

     Estas técnicas, reconhecidamente únicas, são eficazes e vale a pena utilizá-las.

     O QUE É O MULCH?

     O chamado "mulch" (utilizado muito pelos americanos), (mistura de palha húmida, folhas etc.) também é muito utilizado para proteger raízes de certas plantas recém-plantadas.   O Mulch é colocado à volta das plantas, o qual ajuda a impedir que as ervas daninhas cresçam e também ajuda a proteger as plantas de certas pragas.

publicado por esas às 14:36

Agricultura Bilógica

              O que é a Agricultura Biológica?

 «A Agricultura Biológica é um sistema de produção holístico, que promove e melhora a saúde do ecossistema agrícola, ao fomentar a biodiversidade, os ciclos biológicos e a actividade biológica do solo. Privilegia o uso de boas práticas de gestão da exploração agrícola, em lugar do recurso a factores de produção externos, tendo em conta que os sistemas de produção devem ser adaptados às condições regionais. Isto é conseguido, sempre que possível, através do uso de métodos culturais, biológicos e mecânicos em detrimento da utilização de materiais sintéticos.»

Codex Alimentarius Comission, FAO/WHO, 1999

 


A Agricultura Biológica, também conhecida como “agricultura orgânica” (Brasil e países de língua inglesa), “agricultura ecológica” (Espanha, Dinamarca) ou “agricultura natural” (Japão) caracteriza-se por possuir uma base:


Ecológica

Baseia-se no funcionamento do ecossistema agrário e recorre a práticas – como rotações culturais, adubos verdes, consociações, luta biológica contra pragas e doenças - que fomentam o seu equilíbrio e biodiversidade;

Baseia-se na interacção dinâmica entre o solo, as plantas, os animais e os humanos, considerados como uma cadeia indissociável, em que cada elo afecta os restantes;


Sustentável

Visa:

* manter e melhorar a fertilidade do solo a longo prazo, preservando os recursos naturais solo, água e ar e minimizar todas as formas de poluição que possam resultar de práticas agrícolas;

* reciclar restos de origem vegetal ou animal de forma a devolver nutrientes à terra, minimizando deste modo o uso de recursos não-renováveis;

* depender de recursos renováveis em sistemas agrícolas organizados a nível local. Assim, exclui a quase totalidade dos produtos químicos de síntese como adubos, pesticidas, reguladores de crescimento e aditivos alimentares para animais.


Socialmente responsável

A Agricultura Biológica une os agricultores e os consumidores na responsabilidade de:

* Produzir alimentos e fibras de forma ambiental, social e economicamente sã e sustentável;

* Preservar a biodiversidade e os ecossistemas naturais;

* Permitir aos agricultores uma melhor valorização das suas produções e uma dignificação da sua profissão, bem como a possibilidade de permanecerem nas suas comunidades;

* Garantir ao consumidor o direito à escolha, na medida em que os produtos de Agricultura Biológica não são irradiados nem geneticamente modificados (OGM), nem contêm resíduos resultantes da aplicação de pesticidas.

* Garantir ao consumidor, no caso dos produtos animais, que estes são produzidos respeitando princípios éticos, necessidades e comportamento natural da espécie, em regime extensivo ou semi-intensivo; são alimentados de acordo com a sua fisiologia, com produtos sãos, de preferência provenientes da própria exploração e produzidos em Agricultura Biológica (logo, os riscos de transmissão de doenças veiculadas pelos alimentos, como a BSE, são minimizados) e não recebem tratamentos de rotina com antibióticos (minimizam os problemas de resistência).

publicado por esas às 14:31

Agricultura biológica

 

O que é a agricultura biológica ?
       A agricultura biológica é a produção de alimentos vegetais ou animais sem o uso de produtos químicos ou alimentos modificados.
       Pensa-se que com um solo saudável e sem produtos químicos a qualidade dos produtos é superior.
       Em países como o Japão, E.U.A, Suiça, Brasil e Austrália a agricultura biológica é defendida por lei.
       A agricultura biológica é contra o uso de fertilizantes tóxicos e produtos reguladores de crescimento e apoia o uso de fertilizantes animais, rotação de culturas, adubação verde e controle biológico de pragas e doenças.
Vantagens da agricultura biológica
      Contribui para a vitalidade das economias rurais através de um desenvolvimento sustentável.
      Abre novas perspectivas de emprego ao nível da produção, transformação e serviços afins.
      Produz benefícios significativos para a economia.
      Possui maior valor nutritivo.
      Tem poucos adubos químicos o que trás melhorias em termos de saúde.
      A agricultura biológica privilegia os recursos renováveis e a reciclagem pois devolve ao solo os seus nutrientes.
Obstáculos
       Ser pouco produtiva.
       Insuficiência de factores de produção, como fertilizantes, sementes e rações, além de terem preços elevados.
       Insuficiência de profissionais devidamente preparados.
       Insuficiência de investigação, experimentação e demonstração.
       Ser dispendiosa, pois as colheitas não estão protegidas naturalmente contra pragas e catástrofes, não estando tão seguras.
       Insuficiente apoio técnico.
       Outros obstáculos são a pouca sensibilidade dos consumidores Portugueses para com o ambiente, e os impostos serem idênticos aos dos métodos convencionais, apesar de haver maiores benefícios para a saúde Humana e do Ambiente.
publicado por esas às 14:26

turismo rural

 

 

publicado por esas às 14:17

mais sobre mim

Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
21
23
24
28

pesquisar

 

comentários recentes

  • Como se explica a paz que a europa vive hoje?
  • brigada.
  • linda kika !
  • LIndo!
  • por favor gostaria de saber Como foi a passagem do...
  • O MEU TRABALHO DE GEOGRAFIA FOI TODO FEITO POR AQU...
  • This article written by a good flat, ah, anyway I ...
  • muito bom!!
  • O Exame correu-me bem, espero que a todos os meus ...
  • muito interessante este vídeo! um abraço

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds