Geo10ºD

Este blog destina-se à partilha de informaçoes pelos alunos da turma, mas está aberto a toda a comunidade :)

Quarta-feira, 09 de Novembro de 2011

...

 

A América do Norte (EUA e o Canada)continuou a receber os nossos emigrantes,

sobretudo oriundos dos Açores, enquanto a Venezuela, o Brasil e também a Africa do Sul continuaram a ser
procurados preferencialmente pelos madeirenses. Portugal apresentava uma estrutura
etária muito jovem e uma economia pouco desenvolvida, baseada, sobretudo, na
agricultura tradicional, onde o desemprego, os baixos salários e o baixo nível
de vida predominavam.

Assim, a carência de recursos, a falta de emprego e de um bom nível de vida,

 os baixos salários, a falta de estruturas de apoio às famílias e às actividades socioculturais, o regime politico e a
guerra colonial, o desenvolvimento das redes de transporte e comunicações, a
manutenção de relações regulares com Portugal (férias anuais, por exemplo) e a
facilidade de regresso ao país constituíram, neste período, as principais
motivações que provocaram o desencadeamento do maior e mais importante fluxo
emigratório português.

Contrariamente, os países da Europa Ocidental encontravam-se neste período numa fase de grande prosperidade
económica proporcionada pelo fim da II Guerra Mundial. A necessidade de
expansão económica e de reconstrução das suas estruturas produtivas provocou
nestes países a necessidade de mão-de-obra barata para a indústria, construção
civil e serviços pouco qualificados. Como sofriam de uma elevada carência de
população activa, resultante dos anteriores fluxos emigrat6rios
intercontinentais e da elevada mortalidade durante as duas Guerras Mundiais,
foi nos países da Europa do Sul e do Norte de Africa que encontraram a solução
para o seu problema.

Este período ficou também marcado pelo incremento da emigração ilegal, de tal

 modo que, entre 1969 e 1971, a emigração
lega1 atingiu valores muito inferiores aos da emigração clandestina ou ilegal.
A morosidade na organização dos processos de emigração e na autorização
concedida pelas autoridades portuguesas, as restrições impostas pelos países
receptores (como forma de atenuar o desemprego e as tensões internas), a degradação
acelerada das condições de vida no pais, a guerra colonial (que se
intensificava e levava a que milhares de jovens tivessem que emigrar
clandestinamente, pois os jovens que não tivessem cumprido o serviço militar
obrigat6rio não podiam sair do país sem autorização e apenas por, períodos
muito curtos) e a intensificação das perseguições politicas pelo regime de
Salazar são alguns dos factores responsáveis pelo intensificar: da emigração
ilegal.

publicado por esas às 11:24

mais sobre mim

Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

pesquisar

 

comentários recentes

  • Como se explica a paz que a europa vive hoje?
  • brigada.
  • linda kika !
  • LIndo!
  • por favor gostaria de saber Como foi a passagem do...
  • O MEU TRABALHO DE GEOGRAFIA FOI TODO FEITO POR AQU...
  • This article written by a good flat, ah, anyway I ...
  • muito bom!!
  • O Exame correu-me bem, espero que a todos os meus ...
  • muito interessante este vídeo! um abraço

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro